domingo, 13 de fevereiro de 2011

Questão de valores


O que você faria se seu filho pequeno passasse a cobrar para que seus coleguinhas de escola "peguem carona" no guarda-chuva dele em dias de chuva?

Aproveitaria a oportunidade para ensiná-lo os valores da amizade e da solidariedade?

Pois bem, a família Eike Batista pensa diferente.

Cobrar pela carona no guarda-chuva foi o primeiro "empreendimento" de Thor Batista, filho de Eike Batista, na época com apenas 9 anos. Graças a esse "negócio", a mãe, Luma de Oliveira, percebeu que "empreender está no DNA dele".

Agora, Thor abriu oficialmente sua primeira empresa, uma luxuosa boate no Jockey Club do Rio de Janeiro.

Porém, apesar de seu DNA vencedor, Thor tem pouca "aptidão para matemática" e trancou a faculdade de economia.

O pai, em um arrombo de humildade, aconselhou-o de que "a melhor faculdade é acompanhá-lo em suas reuniões de negócios".

Chique no último!

Clique aqui para ler a incrível reportagem da Folha sobre a mais nova empresa do grupo EBX.

O Correia de Transmissão deseja sorte ao jovem Thor e sugere, abaixo, uma música para animar as festas na sua boate.


Nenhum comentário:

Postar um comentário